Pular para o conteúdo principal

A dor não é bem a que pensávamos...





De dezembro para cá, muita coisa aconteceu. Iniciamos o projeto pensando que não conseguir fechar uma agenda semanal de shows fosse a principal dor de artistas que trabalham com música. Na primeira ação de validação, isso não se confirmou. E apareceram falas sobre a dificuldade de "lidar com a burocracia". E apareceram também outras vozes.

Pensávamos que o público interessado em equacionar as questões dos artistas fossem essencialmente os artistas, mas.... não são só eles. O buraco é mais embaixo. A dificuldade de lidar com a burocracia e vontade de entender mais como isso funciona foi relatada por 120 pessoas (artistas e pessoas do entorno dos artistas) que entraram em contato espontaneamente nos últimos 6 meses solicitando cursos.

Assim, pivotamos, ou seja, mudamos o nosso plano inicial. Estávamos pensando em fazer um marketplace para contratação de artistas, produtores, espaços para shows. Agora, atentos a dificuldade de lidar com atividades administrativas, resolvemos criar uma academia online de cursos. Estamos em fase de elaboração do roteiro do primeiro curso, que será o nosso MVP. Ele irá ficar hospedado em uma plataforma já existente no mercado (Hotmart), para validar se a dor de lidar com burocracia é algo representativo no universo de pessoas que estamos pesquisando.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artista, você tem alguma dor de cabeça para vender shows?

Artistas cada vez mais entendem a necessidade de organizar melhor sua forma de interagir com o mercado. Na medida em que começam a planejar melhor suas atividades, percebem que existem uma série de atividades que fazem parte de sua carreira, além de compor, tocar e cantar. É preciso estruturar sua assessoria de comunicação. É preciso construir uma audiência. É preciso fazer projetos. É preciso promover o seu trabalho. É preciso fazer shows. É preciso fazer vídeos. É preciso ensaiar em estúdio. É preciso construir alianças. Tudo ao mesmo tempo. Some-se a isso mais um fator que toma tempo: realizar atividades profissionais fora da música para garantir uma melhor sustentabilidade.
Falta de tempo, cachês baixos, baixa exposição na mídia. Essas e outras dores afligem o dia a dia dos artistas. Essas e outras dores dificultam se conseguir manter uma agenda regular de shows.
Pensando nessas "dores" surgiu o projeto Musical Work. 
Musical Work é uma iniciativa empreendedora que foi sele…

Março foi mês do primeiro Demo Day

E pouco a pouco a startup começa a tomar forma. O primeiro Demo Day foi dia 02 de março. Juntamente com 16 outras equipes participantes do programa de pré-aceleração do SebraeLab na Ufac, apresentamos o projeto para uma banca formada por representantes de organizações empresariais, do município de Rio Branco e do estado do Acre. O evento aconteceu no Centro de Convenções da Universidade Federal do Acre, auditório Carlos Alberto Simão Antônio.

Saiu uma matéria bem bacana no portal Agazeta.net, do grupo de comunicação da TV Gazeta, afiliada da rede Record de televisão.

Sobre nosso projeto, falaram: "(...) Outra ideia inovadora é do Alexandre Barreto, produtor executivo, produtor cultural e empresário do ramo musical. Ele não fugiu das origens e pensou em criar uma academia on-line de cursos voltados à pessoas que querem aprender a área empresarial da música. Ele exemplifica: "Querem vender shows, querem promover artistas, organizar turnês, planejar festivais, reapresentar artist…